TF InsightFX - шаблон joomla Видео
Telefone: (38) 3218 3000
Autenticar

Faça login na sua conta

Nome de usuário
Senha *
Me lembrar

Plano de Saúde São Lucas proporciona tratamento inovador para adolescente em Montes Claros

Paciente

Escleroterapia. O nome é dado ao procedimento inovador para tratamento de micro varizes ou vasos. Em Montes Claros, este tratamento vem sendo aplicado para a recuperação e maior autonomia de uma adolescente, beneficiária do Plano de Saúde São Lucas. Karen Geovana Moreira Costa, de 13 anos, sofre de malformação venosa na região da face e cavidade orofaríngea, o que atrapalha no processo de deglutição (atrapalhando a garota de se alimentar, por exemplo) que ocorre na boca e na faringe. 

Ela iniciou o tratamento em fevereiro de 2017, e desde então segue apresentando grandes evoluções e recuperando autoestima e a melhor condição de saúde. O procedimento invasivo é conduzido por equipe multidisciplinar (pediatria, cirurgia pediátrica e neuroradiologia intervencionista), composta pelo Dr. Marcilio Monteiro Catarino e pelo Dr. Marco Tulio Salles Rezende, mestre em cirurgia e um dos especialistas mais reconhecidos do país para este tipo de tratamento, e que foi trazido ao Norte de Minas pelo Plano São Lucas exclusivamente para o tratamento da adolescente. 

Marco Tulio explica que a doença causa lesões, e na sua maioria estão presentes ao nascimento e progressivamente pioram na infância. "Com o passar do tempo determinam problemas como deformidades, danos estéticos e funcionais. No caso específico da paciente, existia grande deformidade da arcada dentária superior e do lábio adjacente. Além disso havia volumosa massa na região do palato, que dificultava a deglutição e também a respiração".

Devido à gravidade da situação, foi necessária a realização de tratamento invasivo. "Este tratamento é realizado em ambiente hospitalar, em sala de radiologia intervencionista. As malformações vasculares venosas geralmente não podem ser completamente erradicadas. O tratamento usual é denominado escleroterapia, com injeção local de soluções esclerosantes, como álcool a 95%. O objetivo do tratamento é a diminuição do volume das lesões determinando melhora estética e funcional", destaca Marco Tulio, que é membro titular da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e da Sociedade Brasileira de Neurorradiologia. 

Karen Geovana já foi submetida a algumas sessões (a última em junho) e seguirá em tratamento em Montes Claros, no Hospital Santa Casa; a previsão é que em agosto seja feita uma nova avaliação da jovem, que recebe todo o auxílio enquanto beneficiária do Plano de Saúde São Lucas.

Foto: Hudson Brazil/Santa Casa de Montes Claros